• Rosi Cordeiro

Você conhece a história da banheira?



A história da banheira remonta ao Vale do Rio Indo há cerca de 6000 anos. Foi quando a primeira forma de encanamento esteve em vigor, conforme indicado pelos canos de cobre encontrados nas ruínas de um palácio. 3000 anos depois, uma banheira de pedestal foi encontrada na ilha de Creta, feita de argila que surpreendentemente se assemelhava a uma banheira de garras do século XIX .


História da banheira de imersão autônoma

Na época do Império Romano (500 a.C. a 455 d.C.), o saneamento funcionava por meio de um sistema de esgoto criado para atender rituais diários de banho. Após o colapso do Império Romano, o saneamento também entrou em colapso e o perfume compensou a falta de banho. A água potável ficou contaminada e a frase “gardez l'eau!” surgiu e tem significado de "cuidado com a água!" Após a peste bubônica, mais esforços foram feitos para melhorar o saneamento. Apenas no século XIX os sistemas de esgoto subterrâneos na Europa foram implantadosn3n uma nova era de construção levou à introdução da banheira com pés de garra e das banheiras de ferro fundido. Há uma teoria que diz que um homem americano chamado John Michael Kohler, em 1883, inventou a primeira banheira pegando um cocho de ferro fundido, adicionando quatro pés decorativos ao fundo e o cobriu com esmalte.


História da banheira de imersão autônoma

A banheira com pés de garra era considerada uma banheira de luxo e possuir uma indicava que a pessoa era de alto prestígio e posição social. Como a banheira com pés de garra surgiu antes da época do encanamento interno, tinha que ser enchida à mão por servos. Com o passar do tempo, os designs se tornaram mais intrincados e a banheira com pés se transformou em uma banheira embutida.


A banheira de imersão também foi considerada um item de luxo no século XIX, assim como a banheira com pés de garra. Os ricos tinham servos que podiam se movimentar ao redor da banheira de imersão e ajudar a pessoa a tomar banho.


História das banheiras de ferro fundido

Em 1883, Kohler e a Standard Sanitary Manufacturing Company iniciaram o processo de esmaltação das banheiras de ferro fundido para criar uma superfície lisa no interior. A superfície lisa foi anunciada como uma novidade, pois tornou a banheira mais higiênica, mais fáceis de limpar, evitando assim a propagação de bactérias e doenças. As banheiras de ferro fundido podiam ser equipadas com pés, e a Kohler criou sua primeira banheira com pés de garra com esse acabamento interno liso das banheiras de ferro fundido. Em 1911, as banheiras embutidas tornaram-se as novas banheiras de luxo sendo consideradas eficientes e modernas.


A história da banheira em cores

As cores também sugiram como novidade e tendência por volta de 1929, e o branco passou a ser visto como uma cor extremamente sanitária.

Eventualmente, as banheiras de luxo passaram a se parecer mais com móveis à medida que os designers se afastavam do branco e se aproximavam do marrom ou preto aveludado . À medida que a cor se tornou cada vez mais importante, toda a indústria de banheiros evoluiu à medida que os fabricantes começaram a comercializar seus produtos com cores.


Espero que vocês tenham achado interessante este post sobre a história da banheira.


Fontes:


https://www.oldhouseonline.com/articles/history-of-the-bathtub


11 visualizações0 comentário